Os princípios básicos de jogo de uma equipa de futebol

Não falta quem não se ache conhecedor das regras do futebol, mas será que se conhece verdadeiramente os princípios por que se rege uma equipa de futebol? Pelo menos seus princípios básicos? Por detrás da emoção e do espetáculo está uma série de estratégias.

Mesmo um Cristiano Ronaldo, que surpreendeu ao chegar ao Manchester United como que ouro ou diamante em forma pura, necessita de ser limado, trabalhado e aprimorado. Ou seja, casos excecionais há em que um(a) super jogador(a) faz tudo ou quase tudo sozinho(a), mas o futebol (como tantos outros desportos) é jogado de forma coletiva e os princípios básicos estão lá para apoiar o desempenho das equipas.

Um treinador procura sempre conduzir a equipa ao melhor controlo do jogo, à posse de bola, a diversificar respetivas variações nas movimentações, a mudar o ritmo do jogo, a desenvolver táticas que desequilibrem a equipa adversária, tudo no âmbito de promover a concretização de golos. Há, contudo, um princípio geral que influencia todos os outros: o de gerar superioridade numérica!

Princípios ofensivos de uma equipa de futebol

Uma equipa, para levar de vencida, deve organizar-se de forma a pressionar mais que a adversária. Destacam-se os 4 princípios ofensivos seguintes:

1. O princípio de penetração

Significa romper a adversária malha defensiva sobretudo quando está compacta, significa driblar-fintar, significa promover as desmarcações, significa usar os flancos para cruzamentos.

2. A cobertura ofensiva

Significa, sobretudo, gerar triangulações para auxiliar a progressão ofensiva do portador da bola, mas também significa obrigar um ou mais adversários a acompanhar a marcação de um ou mais jogadores auxiliadores do portador da bola.

3. A mobilidade

Significa procurar linhas de passe em profundidade, sobretudo em ocasiões de contra-ataque, significa passes diagonais ou cruzamentos direcionadas à grande-área.

4. A procura do espaço

Sempre que se recupera a posse da bola, dá-se início o processo de ampliação do espaço de jogo ofensivo, ou seja, os jogadores individualmente tentam posicionar-se em espaços vazios com o fim de ganharem tempo para dar sequência ao jogo.

 Princípios defensivos de uma equipa de futebol

1. O princípio da contenção

Ação que implica um ou mais defesas posicionarem-se entre a bola e a baliza, de forma  a impedir a progressão ou a garantir que o atacante não remate nem consiga efetuar passes pelo menos para diante.

2. A cobertura defensiva

Significa reforçar a marcação defensiva, ou seja, um ou mais defesas fazem a cobertura nas costas do colega que tentou a primeira contenção e conseguiu ou não efetivá-la. Esta tática é, principalmente, posta em prática sobre jogadores que desequilibrem e fazem a diferença.

3. O equilíbrio

A superioridade ou igualdade numérica é fundamental para assegurar a estabilidade defensiva onde se disputa a bola; é necessário o reajuste constante do posicionamento defensivo de acordo com as movimentações que os adversários efetuem, evitando assim a criação de linhas de passe e proporcionando a recuperação-interceção da bola.

4. A concentração

Possuir a clarividência de desviar o jogo ofensivo da equipa adversária para zonas de menor risco no campo, reduzindo o espaço de ação do adversário e aumentando a pressão sobre o mesmo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: