As principais estratégias de promoção de um jogador de futebol

Ser um jogador de futebol profissional e prestigiado é o sonho de milhões de jovens em todo o mundo, pois um bom desempenho e os êxitos são garantias de rendimentos muito promissores. A carreira de um jogador de futebol pode começar na infância ou na adolescência. Contudo, sendo uma atividade que exige um enorme desgaste físico, a carreira de um futebolista termina cedo, por volta dos seus 35 anos de idade.

No mundo do futebol não basta driblar ou ter um bom domínio de bola, pois o baú do sucesso no futebol está fechado a sete chaves, sendo elas, o talento, o trabalho árduo, o espírito de equipa, a inteligência emocional, o dinamismo, a educação, e a aposta forte na promoção.

Existem diferentes estratégias para se promover um jogador de futebol, no entanto, nenhuma delas funcionará se o jogador não estiver motivado a trabalhar arduamente e com veemência, se não for exímio na demonstração das suas qualidades, e sobretudo se não manter uma alimentação e um estilo de vida saudável. Ser um bom comunicador e gerir bem as emoções são fundamentais para o trabalho de promoção a desenvolver. Segue-se um conjunto de estratégias de promoção que ajudam a elevar o nome e o talento do jogador às instâncias superiores do futebol.

Estratégias de promoção de um jogador de futebol

1. Ter um currículo digital

Um currículo digital baseia-se na criação de um perfil numa plataforma de pesquisa de jogadores profissionais de futebol, acessível a qualquer interessado na contratação de um jogador de futebol.

WannaPlayer e Promosport são exemplos de uma plataforma onde os jogadores de futebol podem criar o seu currículo digital, apresentando detalhadamente as suas características físicas, técnicas e sociais. Também é possível submeter-se vídeos com as melhores jogadas do indivíduo para uma leitura mais precisa das suas habilidades.

Este tipo de plataformas disponibiliza uma ferramenta de pesquisa destinada aos treinadores, empresários de futebol e clubes de futebol, sendo esta a sua principal vantagem: um site dedicado exclusivamente à promoção de jogadores de futebol.

2. Estar presente nas redes sociais

A estratégia de promoção de um jogador de futebol através das redes sociais consiste na criação de perfis públicos onde o futebolista apresenta as suas habilidades, divulgando-as à comunidade da sua rede social.

As redes sociais proliferam-se entre os cibernautas de tal forma que qualquer pessoa possui um perfil criado numa qualquer rede social, como por exemplo, o Facebook e o YouTube. Estas redes permitem enviar convites para a integração na sua rede social e, como tal, a estratégia passa por tentar integrar na sua rede, pessoas intrinsecamente ligadas ao mundo do futebol: treinadores, empresários, clubes, adeptos e olheiros de futebol.

Neste tipo de promoção, a propaganda do jogador é realizada de uma forma mais ampla, pois as redes sociais não são acedidas apenas por pessoas ligadas ao futebol, ao contrário da estratégia de promoção “Currículo digital”.

3. Ter um empresário de futebol

Um empresário de futebol é um agente que acompanha a carreira de um futebolista, sempre atento a possíveis transferências que gerem um acrescento de mais-valias entre as partes envolvidas na negociação: o jogador, o clube e ele próprio.

Com um empresário de futebol dedicado e experiente é mais fácil singrar no mundo do futebol. Uma vez associados, o interesse do futebolista é encontrar um clube de futebol profissional onde possa assinar um contrato. Por sua vez, o interesse do empresário é lucrar com o jogador. Neste sentido, é criada uma dinâmica em que ambas as partes tentam beneficiar. Jorge Mendes é o mais influente empresário de futebol do mundo e é representante de jogadores como o Cristiano Ronaldo, o Bruno Alves e o João Moutinho.

Assim, um futebolista com um empresário de futebol tem mais oportunidades do que um que não o tenha.

4. Participar em jogos amigáveis por causas sociais

Um jogo de futebol amigável, é uma partida cuja finalidade é a diversão e a causa. No caso de jogos amigáveis por causas sociais, as equipas praticam um futebol diferente do habitual, nomeadamente ao nível das substituições, onde todos podem jogar, mediante convite ou inscrição.

Nestas condições, o futebolista tem a sua oportunidade de participar no jogo e, como tal, ele deve aproveitar os seus minutos na partida para impressionar o público e as pessoas ligadas ao futebol que atuam no evento.

A criação de uma empatia com o público é fundamental para que o jogador não caia no esquecimento.

5. Criar um DVD com as melhores jogadas

O jogador pode fazer gravações das suas habilidades com a bola em formato DVD e remetê-las aos treinadores de futebol, olheiros e clubes de futebol, justificando os motivos pelos quais acredita que as suas habilidades se enquadram nas necessidades de uma determinada equipa de futebol.

Por seu turno, quem assiste ao DVD, fá-lo na expectativa de encontrar uma solução para os seus problemas. Por isso, o futebolista deve apresentar as suas qualidades em diferentes situações de jogo corrido.

6. Autopromover-se

A iniciativa de promover o talento deve ser proveniente do próprio jogador de futebol. A sua autopromoção passa por manter um estilo de vida saudável e ser estudioso, informando-se sobre a história e a ciência do futebol. Ele deve ainda desempenhar um papel ativo na sociedade, sendo criativo na comunicação das suas qualidades aos outros, persistente e confiante.

O futebolista deve ainda interessar-se por identificar as suas principais falhas e treinar para além do suficiente para as resolver. Um jogador empenhado em melhorar-se é determinante para um treinador, pois ele vê nele um diamante em bruto pronto a ser lapidado.

7. Saber jogar, jogar e jogar

O futebolista deve praticar futebol sempre que tenha a oportunidade. Quantos mais minutos de jogo ele acumular, maior a hipótese de ser observado, reconhecido e indicado a um grande clube. Deve ainda ter uma atitude socialmente responsável, atraindo novos elementos para a prática do desporto, afastando os jovens da marginalidade.

8. Ter o objetivo de chegar a internacional pela seleção do seu país

A internacionalização de um jogador é fundamental, pois aumenta o seu alcance de trabalho e o seu nome passará a ser conotado no estrangeiro. A internacionalização pode ser assumida de duas formas: em jogos amigáveis ou oficiais no estrangeiro e a chamada à seleção nacional do seu país. Assim, a sua rede de oportunidades estende-se a vários clubes, aumentando-se a sua visibilidade e probabilidade de ser contratado por um clube nacional ou internacional.

Em suma, um jogador de futebol pode promover-se com base em diferentes estratégias, pois a tecnologia atual permite que a sua comunicação chegue às pessoas certas de uma forma rápida. Porém, há um longo percurso de treino e de hábitos saudáveis que o jogador deve seguir, e com uma porção de sorte, conseguirá brilhar nos mais altos escalões do futebol mundial.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: