Como trabalhar uma jovem promessa no futebol

O futebol faz-se de pessoas e todas elas assumem um papel importante, no entanto, as estrelas são, sem dúvida, os jogadores que entram em campo e disputam a bola sempre em busca de uma vitória. A carreira de um jogador de futebol é curta, sendo que a maioria começa bastante cedo em clubes amadores da sua área de residência ou em jogos entre amigos. De facto, é importante que os grandes clubes estejam atentos às camadas jovens, pois é aí que, muitas vezes, nascem os grandes craques da bola. Nesse sentido, levanta-se a questão: como trabalhar uma jovem promessa de futebol de forma a que ele se torne um jogador de topo? Existem parâmetros base que terão obrigatoriamente que ser trabalhados de forma a usufruir de todo o potencial destes jovens.

A formação humana

Normalmente, as jovens promessas de futebol são descobertas numa idade muito precoce pelos olheiros das grandes equipas e, como tal, precisam de ser bem trabalhadas para demonstrarem o seu valor em campo. É importante que exista uma preocupação em formar estes jovens com capacidades psicológicas e humanas para conseguirem ingressar numa equipa principal. É fundamental que se ensine a lidar com a pressão e que se incutam regras de trabalho, uma vez que eles têm de conciliar o futebol com os estudos, sendo fundamental a disciplina e a aprendizagem das regras para a realização das tarefas mais importantes do dia-a-dia.

Os esquemas táticos utilizados

Cabe ao treinador ou ao responsável pelo jogador, que tem mais experiência, saber qual é a posição que o jogador vai ocupar em campo de acordo com as suas caraterísticas. Sabendo isso, é fundamental que se ensinem os vários esquemas táticos que a equipa pode utilizar (desde as camadas jovens até à equipa profissional) e treinar os jogadores a movimentarem-se neles, criando disciplina e técnica de jogo. Um jogo de futebol tem mais técnica do que aquilo que parece à primeira vista e o facto de ter “jeito” para o futebol não é suficiente para ser uma ótimo jogador. Para o ser, é fundamental que o jogador tenha técnica e saiba qual o seu papel na equipa.

A persistência

Outro fator importante que se deve ter em conta na formação de novas promessas no futebol é a persistência. Os grandes jogadores de futebol não deixam o sucesso nas mãos da sorte ou do talento, mas sim no trabalho árduo para que sejam melhores a cada dia que passa. É importante que as jovens promessas tenham noção de que é preciso muito trabalho e persistência para serem considerados bons jogadores de futebol. Para o conseguirem, deverão ter muitas horas de treino e de estudo e devem estar preparados para ouvirem muitos “nãos” e que estes sirvam de incentivo para trabalharem mais e melhor.

O equilíbrio

É fundamental que se tenha em mente que a parte psicológica poderá não estar completamente cimentada nestes jovens e que o confronto com o stress e horários de trabalho rígidos poderão ser factores que os abalam psicologicamente. É importante que as jovens promessas no futebol tenham um bom acompanhamento psicológico por profissionais competentes de forma a que a exploração do seu talento não seja contraproducente. É preciso saber até onde se pode ir para que estes deem o seu máximo mas não é aconselhável que ultrapassem esse limite de forma a não ficarem frustrados ou deprimidos. Aqui o papel dos pais é também fundamental, pois são eles que devem ser os pilares de apoio de forma a garantir a segurança dos jovens.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: